Modelo de Negócio do Uber

Uber - O Analista de Modelos de Negócios

O Modelo de Negócio do Uber é do tipo Plataforma Multilateral por conectar motoristas a pessoas que precisam de transporte privado sob demanda. Desta forma, a empresa oferece uma rede de transportes formada por um conjunto de motoristas e passageiros conectados pelo seu aplicativo mobile.

Criado em 2009, o Uber nasceu de uma visão de seus fundadores, Travis Kalanick e Garret Camp, que imaginaram um serviço onde era possível chamar um carro com motorista particular com apenas um toque na tela do celular.

Desde os primeiros dias, a empresa esteve envolvida em confusões juntos a secretaria de transportes de diversas cidades que questionavam a legalidade de suas atividades.

Apesar das dificuldades a empresa superou os obstáculos jurídicos com o apoio de uma grande massa de usuários satisfeitos com um serviço de qualidade muito superior em comparação aos táxis convencionais.

Desde então, a empresa expandiu para 130 cidades, em 58 países diferentes, e criou uma série de serviços derivados de sua oferta principal, como o UberX, Uber Pool, entre outras.

O Uber é considerado uma das Startups Unicorns pelo seu valor de mercado de 68 bilhões de dólares. O que a tornar mais valiosa do que gigantes do setor automobilístico como Chevrolet, Ford e Honda.

Aqui entre nós, este é um valor de mercado exagerado e difícil de conseguir comprovar. Mas ainda assim, não deixa de demonstrar a popularidade e força que a empresa possui no mercado empresarial.

O Business Model Canvas do Uber

Veja abaixo como é o modelo canvas do Uber

Modelo de Negócios do Uber

Como o Uber Ganha Dinheiro

O Uber ganha dinheiro cobrando uma comissão de 20% sobre o valor da corrida. Ou seja, em uma corrida de R$ 50,00, o motorista fica com R$ 40,00 e o Uber com R$ 10,00.

Mas existem mais dois pontos interessantes sobre como o Uber ganha dinheiro:

O primeiro é que ele não permite que pagamentos sejam feitos diretamente aos motoristas. Clientes pagam pela corrida através de um cartão de crédito cadastrado no aplicativo. Cabe o Uber processar o pagamento e transferir o dinheiro ao motorista. Isso garante comodidade aos passageiros e aos motoristas que não precisam ter troco. Isso também evita problemas jurídicos. (Update: essa situação mudou no Brasil, onde atualmente é possível pagar em dinheiro, mas com base no valor calculado pelo aplicativo)

Outro ponto é que o Uber possui um sistema de tarifa variável na qual incide um multiplicador com base na oferta e demanda. Isso faz com que em um momento de alta demanda (ex: horário do rush ou dia chuvoso) a tarifa do Uber pode ficar de 1,5 a até 30 (ou mais) vezes mais cara.

O que na minha opinião é muito legal e não representa nenhum abuso, uma vez que ninguém é obrigado a usar o Uber com esse preço. Cabe cada um julgar se sua urgência de transporte naquele horário faz jus a tarifa mais cara. (update: motoristas aprenderam como manipular esse preço dinâmico, mas a Uber já esta fazendo ajustes para punir e evitar isso)

Outras Empresas que Adotam Modelos Semelhantes ao Modelo de Negócio do Uber

Curtiu? Compartilhe em suas redes sociais e deixe seus comentários abaixo! Dúvidas são bem vindas e serão respondidas assim que possível! 😉

RECEBA NOVIDADES NO SEU

EMAIL

Quer ficar por dentro das análises dos mais diversos modelos de negócios do planeta? Assine agora e não perca nenhum novo post!