O que é um plano de negócios?

O que é um Modelo de Negócios?

Um plano de negócios é um documento escrito, que contém os objetivos operacionais da empresa, a estratégia de vendas e marketing, bem como o contexto financeiro, com orçamento detalhado e projeção de ganhos e perdas da organização.

Ele serve como uma espécie de roteiro que orienta a empresa no planejamento de seu futuro, reduzindo a chance de falhas e imprevistos. E é um documento ainda muito importante nos dias de hoje caso você esteja buscando parceiros ou investidores.

Curso Business Model Canvas

Ainda que possa demandar bastante tempo para ser produzido, um plano de negócios apurado, completo e preciso é de grande importância para empresas estabelecidas e, por isso mesmo, deve ser mantido atualizado. Em geral, um plano de negócios possui os seguintes componentes:

Capa e sumário

O plano de negócios deve ser apresentado como um único volume impresso, em uma pasta, por exemplo. Deve possuir uma capa, com nome da empresa e dos diretores, endereço, telefone, e-mail, site e a data do plano. Também pode incluir a logomarca da companhia. Após, a primeira página deve vir um sumário, explicitando tudo aquilo que o plano de negócios contém, seus títulos e páginas correspondentes.

Resumo executivo

Trata-se, sucintamente, da declaração de objetivo, ou seja, por que um plano de negócios está sendo produzido e registrado. Esse resumo não deve passar de meia página, mas precisa incluir o seguinte:

  • conceito, produto, mercado alvo e vantagem competitiva;
  • recursos financeiros, como vendas e lucros;
  • requisitos financeiros (capital necessários para fundação ou expansão, por exemplo);
  • tipo de operação, data de fundação, proprietários;
  • patentes, protótipos, contratos principais, entre outros.

plano-de-negócios

Descrição do negócio

A descrição do negócio parte inicialmente da descrição do setor em que ele está inserido. Inclui a realidade atual do setor, bem como as perspectivas de futuro. Baseia-se em fatos, com citações de fonte no rodapé.

Então, passa à descrição do negócio em si, informando área de atuação, se é novo ou já estabelecido, quem são os sócios e diretores da empresa e qual a função de cada um, quais são os clientes e o mercado, e como o produto/serviço é distribuído e comercializado.

Descrição do produto ou serviço

A descrição do produto ou serviço prevê explicar como os consumidores utilizam seu produto ou serviço e que fatores o diferenciam dos concorrentes no mercado. Também inclui a forma em que se obtém uma vantagem competitiva sobre os demais.

Análise de mercado

Uma análise apurada do mercado permite conhecer seus clientes em potencial para, então, determinar uma estratégia de preços, distribuição e publicidade. Primeiro, defina o tamanho, perfil demográfico, tendências socioeconômicas e perspectivas de crescimento desse mercado.

Em seguida, calcule quanto de seus produtos ou serviços serão comprados anualmente, de forma a descobrir qual é a sua participação nesse mercado. Em cima dessa referência, você poderá fazer seu planejamento. Descreva, então, sua estratégia de posicionamento. Observe o diferencial de seu produto ou serviço, o nicho que pretende alcançar, como você chegará até esse mercado alvo e quem é a sua concorrência.

Ainda, informe o preço de seu produto ou serviço, de acordo com o método de precificação que você acreditar mais viável para seu negócio. Além disso, determine o processo de logística e distribuição do produto até o consumidor final, observando os canais que a concorrência utiliza – um canal diferente pode ser uma vantagem estratégica. Por fim, crie sua estratégia de promoção abrangendo comunicação, publicidade, design e vendas.

plano-de-negócios

Analise competitiva

Faz-se uma análise competitiva com o intuito de conhecer os pontos fortes e fracos de seus concorrentes no mercado (inclusive vislumbrando como explorar esses pontos fracos), as estratégias que lhe possibilitam uma vantagem sobre eles e as barreiras que você impõe para evitar a entrada ou a expansão da concorrência no mercado. Lembre-se de que, ao observar a concorrência, é importante analisar também a concorrência indireta, tanto hoje como no futuro.

Plano operacional e de gerenciamento

Essa parte do plano projeta como o seu negócio funciona continuamente. Isso porque o plano operacional descreve toda sua estrutura, instalações, equipamentos, inventário, suprimentos, bem como toda a logística e supply chain da operação.

Já o gerenciamento envolve as responsabilidades de cada equipe, as tarefas de cada divisão, os conhecimentos necessários e específicos de cada função. Inclui, portanto, uma estratégia para encontrar e contratar pessoal qualificado.

Plano financeiro

Seu plano financeiro precisa conter demonstração de resultados, fluxo de caixa e balanço. E, se o seu negócio está só começando, então você precisa informar de onde virá o financiamento inicial (crédito bancário, investimento externo, bootstrapping etc.).

A demonstração de resultados relata a capacidade de geração de receita da empresa, pois mostra quanto o negócio ganha e perde ao longo do ano, ao subtrair os custos e despesas da renda gerada, chegando ao lucro ou prejuízo.

O fluxo de caixa, por sua vez, informa quanto dinheiro você precisa para cumprir suas obrigações e de onde essa receita virá. Idealmente, uma demonstração de fluxo de caixa deve ser feita mensalmente durante o primeiro ano, trimestralmente no segundo e anualmente após isso.

O balanço patrimonial mede ativos contra passivos, de forma a calcular o patrimônio líquido da companhia. O plano de um negócio existente deve incluir o balanço do último período. Já o plano de um novo negócio precisa projetar que patrimônio poderá vir a acumular.

Documentos de apoio

Aqui é a seção para colocar quaisquer outros documentos que você julgue de suma importância para avaliação de seu negócio, mas que não podem ser incluídos nas seções anteriores. Por exemplo: currículos, contratos com fornecedores, contratos com clientes, documentos legais e fiscais etc.

plano-de-negócios

Por que fazer um plano de negócios

A importância do plano de negócios reside no fato de que ele é capaz de analisar a viabilidade de um negócio e ajudar no planejamento de futuro. Você também consegue visualizar pontos fracos a serem reparados, bem como pontos fortes a serem potencializados.

Além disso, se você estiver buscando uma parceria ou um investidor, você provavelmente precisará ter um plano de negócios pronto e bem específico para demonstrar a rentabilidade a seus investidores e/ou parceiros potenciais.

Por fim, não esqueça que o plano de negócios é um documento vivo. Ele possui projeções e relatórios detalhados e, portanto, precisa ser revisto regularmente e atualizado sempre que necessário.

Obs.: se você quiser uma ajudinha para criar seu plano de negócios, a revista Forbes reuniu algumas perguntas que podem ajudá-lo a desenvolver cada componente!

Curso Business Model Canvas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

RECEBA NOVIDADES NO SEU

EMAIL

 
Quer ficar por dentro das análises dos mais diversos modelos de negócios do planeta? Assine agora e não perca nenhum novo post!