Modelo de Negócio do McDonalds

Modelo de Negócio do McDonalds

O Modelo de Negócio do Mcdonalds, em sua essência, é o modelo de uma franquia. Mas royalties pagos por franqueados e a venda de refeições em restaurantes próprios é apenas uma parte de suas receitas. O McDonalds é também uma das maiores empresas imobiliárias do mundo. Para entender melhor, continue lendo essa análise.

A História do McDonalds

A McDonald’s é uma empresa americana de fast food, fundada em 1940 como um restaurante operado por Richard e Maurice McDonald, em San Bernardino, Califórnia, Estados Unidos. Eles rebatizaram o negócio como uma lanchonete de hambúrguer e mais tarde transformaram a empresa em uma franquia, com o famoso logotipo dos Arcos Dourados em 1953 no Phoenix, Arizona. Em 1955, Ray Kroc, um vendedor de máquinas de milkshake, entrou para a empresa como agente de franquias e passou a comprar a rede dos irmãos McDonald.

O McDonald aberto em 1940 pelos dois irmãos não é reconhecível com o McDonalds dos dias atuais; Ray Kroc fez mudanças para modernizá-lo em diversas formas. Os irmãos introduziram o “Speedee Service System” (Sistema de Serviço Rápido) em 1948, colocando em prática os princípios que ajudariam a criar o conceito de restaurante fast-food.

Kroc e os irmãos McDonald lutaram pelo controle do negócio, conforme documentado no filme Fome de Poder. Se você viu o filme, sabe que a história não é muito amigável.

Dados e Fatos do McDonalds

O McDonald’s é a maior cadeia de restaurantes do mundo em receita, atendendo mais de 69 milhões de clientes diariamente em mais de 100 países em aproximadamente 36.900 pontos de venda (dados de 2016). Existem atualmente 5.669 locais de propriedade da empresa e 31.230 locais franqueados, que incluem 21.559 locais franqueados para franqueados convencionais, 6.300 locais licenciados para licenças de desenvolvimento e 3.371 locais licenciados para afiliadas estrangeiras, principalmente o Japão.

Embora o McDonald’s seja mais conhecido por seus hambúrgueres, cheeseburgers e batatas fritas, eles também oferecem produtos de frango, itens de café da manhã, refrigerantes, milkshakes, wraps e sobremesas. Em resposta às mudanças nos gostos dos consumidores e uma reação negativa por causa de sua comida ser considerada pouco saudável, a empresa adicionou ao seu cardápio saladas, peixes, smoothies e frutas.

De acordo com um relatório da BBC publicado em 2012, o McDonald’s é o segundo maior empregador privado do mundo (atrás do Walmart) com 1,9 milhão de funcionários, 1,5 milhão dos quais trabalham para franquias.

Para o ano fiscal de 2017, o McDonalds informou um faturamento de US $ 5,2 bilhões, com uma receita anual de US $ 22,8 bilhões, uma queda de 7,3% em relação ao ciclo fiscal anterior. As ações da McDonald’s foram negociadas a mais de US $ 145 por ação, e sua capitalização de mercado foi avaliada em mais de US $ 134,5 bilhões em setembro de 2018.

O Business Model Canvas do McDonalds

O Modelo Canvas preenchido do McDonalds é exemplificado assim:

Modelo de Negócio do McDonalds

Como o McDonalds Ganha Dinheiro

As receitas da Corporação McDonald’s vêm do aluguel, royalties e taxas pagas pelos franqueados, bem como das vendas nos restaurantes operados pela empresa.

Atualmente, a empresa é proprietária de todos os terrenos, avaliados em US $16 a US $18 bilhões, nos quais seus restaurantes estão situados. A empresa recebe uma parcela significativa de sua receita de pagamentos de aluguel de franqueados. Esses pagamentos de aluguel aumentaram 26% entre 2010 e 2015, representando um quinto da receita total da empresa no final do período. Apesar de representar apenas cerca de 20% do total de suas receitas, é no aluguel onde o McDonalds tem margem alta e, portanto, de onde gera maior parte de seus lucros.

Fontes:
https://www.finchandbeak.com/1072/the-mcdonalds-business-model-canvas.htm
https://en.wikipedia.org/wiki/McDonald%27s

RECEBA NOVIDADES NO SEU

EMAIL

Quer ficar por dentro das análises dos mais diversos modelos de negócios do planeta? Assine agora e não perca nenhum novo post!