Modelo de Compra Coletiva

Compra Coletiva - O Analista de Modelos de Negócios

O Modelo de Compra Coletiva (group buying) funciona ao oferecer produtos ou serviços com um desconto agressivo (normalmente acima de 50%) com um gatilho da oferta atrelada a um número mínimo de compradores.

A idéia do modelo é usar o poder da compra em grande volume para promover benefícios tanto para clientes quanto para empresas ofertantes.

Curso Business Model Canvas

Para clientes é uma ótima forma de conseguir descontos para comprar bem barato enquanto que para empresas é uma ótima forma de atrair novos clientes.

No fundo, o modelo não deveria nem ser chamado de compra coletiva, pois ele não passa de uma estratégia de e-mail marketing.

O grande segredo das empresas de compra coletiva está em construir uma base de e-mails cadastrados para serem oferecidos a empresas anunciantes.

A única regra que precisa ser seguida é: ofereça um desconto agressivo – acima de 50%. Essa regra básica é a responsável por garantir altas taxas de abertura, cliques e boca-a-boca (viralização) entre os usuários.

O modelo foi inventando pelo Groupon nos Estados Unidos e teve o Peixe Urbano como grande referência nacional.

Já existiram mais de 1000 sites de compras coletivas no Brasil, mas o modelo entrou em crise e precisou se reformular para sobreviver.

Infelizmente, poucas são as empresas que ainda estão vivas adotando algum híbrido deste modelo.

O Modelo Canvas da Compra Coletiva

Modelo de Compra Coletiva - Modelo Canvas

Como o Modelo de Compra Coletiva Ganha Dinheiro

O modelo de Compra Coletiva ganha dinheiro cobrando de 20% a 50% do valor da venda do produto ou serviço com desconto.

Forças e Fraquezas do Modelo de Compra Coletiva

Forças – O modelo tem sua performance baseada em sucesso e suas ofertas facilmente viralizam entre usuários pelo seu correto uso de estratégias de efeitos de rede (via e-mail e redes sociais).

Fraquezas – O modelo é amplamente criticado pela sua falta de sustentabilidade no longo prazo. Tanto que a maior parte das empresas que o adotaram faliram.

Além da exigência de desconto agressivo, as empresa anunciantes ainda tem que pagar uma comissão agressiva, o que faz com que as mesmas acabem recebendo apenas de 15 a 25% do valor normal – um custo relativamente alto para os anunciantes.

Para piorar, muitos dos clientes são meros aproveitadores de descontos e não criam qualquer fidelização, nunca mais retornando aos estabelecimentos.

Como obter Sucesso com o Modelo de Compra Coletiva

Para obter sucesso com este modelo é necessário que a exigência de descontos e comissionamento sejam menos pesados para as empresas anunciantes.

Também é importante que só se permitam ofertas de empresas capazes de atender com qualidade o grande volume de clientes gerados pelas promoções.

Caso de Sucesso

O Groupon, maior caso de sucesso mundial de compras coletivas, pode ser considerado o inventor deste modelo.

Criado em 2008, a empresa atraiu a atenção do mundo todo e de grandes investidores, expandindo sua atuação para mais de 28 países mundo a fora.

Em 2010 a empresa já estava presente em 150 cidades da América do Norte, 100 cidades na Europa, Asia e América do Sul e tinha mais de 35 milhões de usuários registrados.

A empresa que já faturava mais de 1 bilhão de dólares, recusou uma proposta de compra do Google por 6 bilhões de dólares e abriu seu capital na bolsa, chegando a valer 16,5 bilhões de dólares.

Mas em 2011, sinais de problemas com seu modelo de negócios começaram a aparecer. Histórias de problemas de atendimento, reclamações de baixas margens e disparo de reclamações em sites de críticas na internet começou a derrubar a popularidade do site entre usuários e anunciantes.

Em 2012, o Groupon teve 37 milhões de prejuízo e desde então tenta se reinventar. Apesar de ainda continuar viva e possuir uma marca global, a empresa é a grande demonstração de que o modelo de compra coletiva precisa encontrar um novo caminho para voltar a brilhar.

Outras Empresas que Adotam o Modelo de Compra Coletiva

Curtiu? Compartilhe em suas redes sociais e deixe seus comentários abaixo! Dúvidas são bem vindas e serão respondidas assim que possível! 😉

Fontes
https://en.wikipedia.org/wiki/Group_buying
http://www.triplepundit.com/2011/12/group-buying-sustainable/
http://knowledge.wharton.upenn.edu/article/how-sustainable-is-groupons-business-model/
http://www.wisegeek.com/what-is-group-buying.htm
http://www.sersc.org/journals/IJUNESST/vol7_no3/17.pdf
Curso Business Model Canvas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

RECEBA NOVIDADES NO SEU

EMAIL

 
Quer ficar por dentro das análises dos mais diversos modelos de negócios do planeta? Assine agora e não perca nenhum novo post!