Como avaliar seu Business Model Canvas

Como Avaliar seu Business Model Canvas

Então você resolveu desenhar o Canvas de seu modelo de negócios, seja porque estava começando uma empresa, seja porque queria reavaliar seu empreendimento ou seu produto. Muito bem, agora você tem uma ferramenta simples, clara e extremamente eficaz para o desenvolvimento de seu negócio.

Porém, não se engane pensando que o seu Canvas terminou aí. É de suma importância que você mantenha seu modelo de negócios atualizado. Isso significa que você precisa avaliá-lo regularmente, de forma a mantê-lo alinhado com as forças e diretrizes de seu mercado.

Curso Business Model Canvas

O mercado está sempre em transformação e, por isso, pode ser necessário que você reformule seu modelo de negócios. Mas, agora, como avaliar seu Canvas?

avaliar-canvas

Maneiras de avaliar seu modelo de negócios

Há formas diferentes de avaliar seu Canvas. Abaixo, conheça algumas das mais indicadas:

Business Model Canvas + SWOT: com esse processo, você faz uma avaliação dupla de seu Canvas, usando uma matriz SWOT. Você irá fazer uma SWOT para o modelo de negócios inteiro e, após uma SWOT para cada bloco do Canvas.

Critérios de Morris, Schindehutte, Richardson e Allen: para esses estudiosos, os principais critérios a serem avaliados em seu modelo de negócios são:

  • Vantagem competitiva: tudo aquilo que torna o negócio melhor do que os concorrentes;
  • Rede de valor: todas as pessoas que têm interesse em seu negócio de alguma forma, seja, parceiros, fornecedores ou outros participantes;
  • Segmento de clientes: saber para quem você vende;
  • Proposta de valor: o elemento único que você oferece aos clientes e que o diferencia da concorrência;
  • Regras e processos internos: toda a sistemática que mantém a empresa funcionando diariamente;
  • Elementos de custo: todos os fatores que representam despesas para a empresa, desde a criação do produto até a venda ao consumidor;
  • Finalidade geral da organização: planos e prioridades para o futuro, considerando receita e preço, inclusive.

Quadro NICE de Amit & Zott: Amit e Zott resumiram sua avaliação em quatro critérios, destinados especialmente para e-bussiness, mas podem ser aplicados em qualquer negócio. São estes:

  • Novidade: é a capacidade de renovação da empresa, qualquer nova abordagem para o negócio.
  • Bloqueio: capacidade de criar clientes fiéis e parcerias longevas, ambos que não serão perdidos para a concorrência.
  • Complementaridade: refere-se a quanto um produto da empresa complementa o outro, isto é, qual a chance de um consumidor comprar um artigo e sentir a necessidade de comprar outro para deixar sua aquisição completa.
  • Eficiência: envolve a eficiência das transações, ou seja, quanto mais vendas, menor o custo individual por operação, para o negócio.

Quatro indicadores de desempenho Hamel: Hamel também selecionou quatro critérios para avaliação do potencial de seu negócios. São eles:

  • Eficiência: refere-se ao grau de eficiência em entregar sua proposta de valor ao segmento de clientes determinado pelo negócio.
  • Exclusividade: quão exclusivo e inovador é o negócio dentro de seu mercado de atuação.
  • Ajuste: de que maneira e com que grau de eficiência os nove blocos de seu Canvas se unem e se complementam.
  • Propulsores de Lucro: como e quanto a empresa emprega impulsionadores de lucro para jogá-lo acima da média do mercado.

avaliar-canvas

Sete perguntas de Alexander Osterwalder: você também pode avaliar seu Canvas fazendo-se as perguntas que seguem:

  1. Seus custos de comutação são um impedimento para a rotatividade de clientes?

Você precisa entender qual é o custo ou o esforço que um cliente seu precisa ter para trocar seu produto por um similar. Quanto mais complicado for para seu consumidor encontrar um substituto para sua marca, produto ou serviço, mais forte é o seu negócio.

Curso Business Model Canvas
  1. Quão escalável é o seu modelo de negócios?

Defina a capacidade de dimensionamento de seu negócio, isto é, até onde você pode aumentar o tamanho de sua operação sem impactar nos resultados.

  1. O seu modelo de negócio produz receitas recorrentes?

Receitas recorrentes são aquelas que você consegue através de clientes fiéis e regulares, que compram de sua empresa de novo, sem que você precise nenhum capital a mais. Ou seja, se e quanto o seu consumidor volta até você para novas aquisições.

  1. Você ganha antes de gastar?

Essa é uma métrica bem simples e óbvia: quanto mais você ganhar antes de precisar gastar no produto, melhor. Um bom exemplo disso é a Dell, que começou a montar os computadores somente após ter o pedido de compra registrado.

  1. Quanto você consegue que outros façam o trabalho?

Trata-se de uma qualidade bastante exclusiva. Envolve todos os custos que podem ser poupados ao deixar que ou outros – geralmente o próprio consumidor – façam parte do seu trabalho. É o caso, por exemplo, de empresas que vendem um produto desmontado, cuja montagem será realizada pelo próprio comprador, reduzindo a mão-de-obra empregada no negócio.

  1. O seu modelo de negócios oferece proteção embutida da concorrência?

Em resumo, refere-se à sua capacidade de não ser totalmente copiado pelos concorrentes. É quando seu modelo de negócios envolve recursos e padrões tão exclusivos que criam uma vantagem competitiva permanente frente aos demais.

  1. O seu modelo de negócios é baseado em uma estrutura de custos que muda o jogo?

Trata-se, em suma, de gastar de maneira inteligente. Avalie se o seu negócio consegue ir além da simples metodologia de “cortar custos”, e criar uma estrutura de custos diferente das vigentes no mercado. Um bom exemplo disso é o Skype, que criou uma nova maneira de se fazer chamadas, numa estrutura de custos completamente diferente das companhias telefônicas. Enquanto os serviços de telefonia operam em rede e precisam de um alto investimento em infraestrutura, o Skype opera um software e investe apenas em uma equipe de trabalho.

Todos os método de avaliação listados aqui podem ser usados para avaliar seu Canvas e, consequentemente, seu modelo de negócios. Teste as diferentes metodologias para verificar qual funciona melhor para você e sua equipe de trabalho. Apenas nunca se esqueça de que seu modelo de negócios precisa ser avaliado e reavaliado com regularidade.

 

Curso Business Model Canvas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECEBA NOVIDADES NO SEU

EMAIL

Quer ficar por dentro das análises dos mais diversos modelos de negócios do planeta? Assine agora e não perca nenhum novo post!